sábado, junho 15, 2019

sexta-feira, junho 14, 2019

Nota: Fuzzil e Vahlak tocam hoje, no Cartaxo


Fuzzil e Vahlak sobem hoje ao palco do Centro Cultural do Cartaxo, em mais um evento com a marca das Cartaxo Sessions, marcado para esta noite.

Os Fuzzil vêm de Alcobaça e trazem ao Cartaxo dois EPsBoiling Pot, a sua estreia lançada em 2015, e Molten π, de 2017, trabalho do qual foi retirado o single "Worms", para ver em baixo.

Já os Vahlak, banda do Cartaxo/Azambuja, trazem ao espaço cultural da cidade temas de um vindouro registo, tendo já apresentado alguns nas suas plataformas digitais.

O início dos concertos esta marcado para as 22h30, com todas as informações para consultar aqui.

quinta-feira, junho 13, 2019

Emissão Especial: João Ribas (1965-2014)

A próxima emissão do Ruído Alternativo está totalmente reservada à vida e obra de João Ribas, com uma entrevista a Paulo Antunes (realizador do documentário Um Punk Chamado Ribas) a pontuar esta nossa homenagem ao maior símbolo do punk nacional.

João Ribas morreu no dia 23 de Março de 2014, numa altura em que ainda não fazíamos emissões deste tipo nesta casa, mas, finalmente, é chegado o momento de fazer a devida vénia à obra deste músico.


João Ribas nasceu a 6 de Maio de 1965, em Lisboa, tendo perdido o pai com apenas 13 anos. No entanto, a sua mãe viria a ter um papel fundamental na cena punk nacional, sendo carinhosamente apelidada de "avó do punk português". Tal título deve-se ao facto do quarto de João Ribas, na casa da sua mãe, em Alvalade, ter sido o berço de todos os projectos de Ribas e até de outras bandas de amigos.

Nessa famosa divisão, de um certo apartamento em Alvalade, os Ku De Judas deram os primeiros passos em 1982, sendo uma banda do então ainda jovem punk rock português. Rodaram bastante em palco e construíram boa reputação, mas chegaram ao fim em 1988, sem que tenham registado qualquer música em estúdio (embora tenham entrado numa compilação com música ao vivo gravada no Rock Rendez-Vous, em 1985).

Nesse mesmo ano nasciam os Censurados, quarteto composto por Ribas, Samuel Palitos, Frederico Valssassina e Orlando Cohen, que gravaram três discos de estúdio e romperam pelo mainstream nacional com força. O fim chegou em 1994, depois de inúmeros concertos, aparições na televisão e de construírem uma base de fãs que destroçaram com a notícia do fim. Ainda assim, houve espaço para uma tournée de reunião, em 1999, e mais algumas reuniões parciais ao longo dos anos.

Em 1995, João Ribas fundou os Tara Perdida, banda que se manteve em actividade após a sua morte, e é o seu projecto mais reconhecido pelas gerações mais jovens. Contribuíram para esse facto seis álbuns sob a batuta de Ribas e uma série de canções que se tornaram hinos para uma geração. Pelo meio, o músico ainda esteve na banda de tributo aos Ramones - Kamones - e na génese dos Osso Ruído, tendo ainda participado na obra de outros artistas, para além de ter criado um festival de promoção às novas bandas punk nacionais.

O fim chegou de forma algo inesperada, a 23 de Março de 2014, com João Ribas a sucumbir a uma infecção pulmonar, após 20 dias de internamento no hospital de Santa Maria. As homenagens estendem-se até aos dias de hoje, sejam sob a forma de documentário ou com o seu nome imortalizado num jardim lisboeta, em Alvalade, facto que demonstra o carinho que o público sentia por esta figura ímpar da música nacional.

O próximo Ruído Alternativo traz, finalmente, a merecida homenagem ao maior nome do punk rock nacional, numa emissão a não perder!

---

Ruído AlternativoDomingo22h-24h na Tejo FM (emissão online aqui).

Discurso Alternativo: Paulo Antunes (Um Punk Chamado Ribas)

No passado dia 17 de Maio o Ruído Alternativo foi ao encontro de Paulo Antunes, realizador do documentário Um Punk Chamado Ribas, para falar um pouco acerca do processo de criação do mesmo. O propósito foi a segunda exibição da fita, no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, pela mão do Cineclube de Santarém, pouco depois da sua estreia no festival de cinema Indie Lisboa (a 6 de Maio, aquando do 54.º aniversário do homenageado).

A entrevista completa a Paulo Antunes ouve-se este Domingo, na Tejo FM - numa emissão totalmente dedicada à carreira de João Ribas, símbolo maior do punk nacional.

Paulo Antunes, realizador do documentário Um Punk Chamado Ribas (Facebook) 
[Foto: Diana Mendes-Gerador]

Paulo Antunes tem 31 anos e é natural da vila de Pontével (concelho do Cartaxo), tendo no currículo um licenciatura em estudos artísticos na Universidade do Algarve e um mestrado com especialização em cinema na Universidade Nova de Lisboa. A ideia para o documentário Um Punk Chamado Ribas nasceu há alguns anos atrás, ainda com o músico em vida, em 2012/2013, numa semana académica em Faro, e a peça acabou por servir de trabalho de final de curso.

No final da exibição de Um Punk Chamado Ribas no Teatro Sá da Bandeira (Santarém), o Ruído Alternativo falou com Paulo Antunes, na Incubadora de Artes de Santarém (um dos espaços que serviu de abrigo à edição/produção do documentário), acerca do longo caminho deste projecto, do seu amor pelo punk rock, da vida de João Ribas e de outros tópicos relacionados com a curta carreira deste jovem realizador.

Esta entrevista pode ser ouvida no programa desta semana: Domingo, 16 de Junho, a partir das 22h nos 102.9 FM para o Ribatejo ou na emissão online para todo o mundo em tejoradiojornal.pt.
 
---

Na próxima semana publicamos o podcast desta entrevista completa, sem cortes nem intervalos, aqui no blog em Discurso Alternativo.
 
---

Deixamos, em baixo, o trailer deste documentário que naturalmente recordamos.

sábado, junho 08, 2019

Antevisão/Destaques: Programa 421

1ª parte:

Galo Cant'às Duas | The Lazy Faithful
Prana | The CityZens

2ª parte:

Tara Perdida | Moonshade
Fuzzil | New Mecanica

Ruído AlternativoDomingo22h-24h na Tejo FM (emissão online aqui).

quinta-feira, junho 06, 2019

Emissão Especial: Nova Música Portuguesa (2019/7)

  • Barbante
  • Caio
  • Carne Pa Canhão
  • Daniel Catarino
  • Flak
  • Fuzzil
  • Galo Cant'às Duas
  • Godvlad
  • João Bispo
  • Mercic
  • Moonlit Align
  • Moonshade
  • New Mecanica
  • Orangotango
  • Palas
  • Papaya
  • Prana
  • Quartoquarto
  • Remeo
  • Tara Perdida
  • The Cityzens
  • The Lazy Faithful
  • Tiago Vilhena
  • Tio Rex
  • Trovador Falcão
  • Vahlak.
Ruído AlternativoDomingo22h-24h na Tejo FM (emissão online aqui).